Capa

Aviso de pauta: Nova exposição de Raul Mourão terá um dia inteiro de atividades para o público

Bang Bang
(Divulgação)

Setaderua
(Divulgação)

Setaderua
(Divulgação)

Armário De Maquetes
(Divulgação)

Armário De Maquetes
(Divulgação)

Armário De Maquetes
(Divulgação)

4 cervejas p guto B
(Divulgação)

4 cervejas p guto
(Divulgação)

Setaderua
(Divulgação)

Abertura acontece no dia 25/05, das 11h às 18h na Galeria Nara Roesler | São Paulo

15.05.2019  |  796 visualizações

 

Repleta de antagonismos, exposição de Raul Mourão na Galeria Nara Roesler | São Paulo apresenta produção recente do artista e comentários sobre o caos político

Introdução à teoria dos opostos absolutos estará em cartaz entre 25/05 e 20/07

 

Raul Mourão apresenta Introdução à teoria dos opostos absolutos, sua terceira individual na Galeria Nara Roesler | São Paulo, entre os dias 25 de maio e 20 de julho. Repleta de antagonismos, a exposição reafirma a produção multimídia do artista – composta de esculturas, fotografias, pinturas e vídeos – e incorpora comentários poéticos sobre o caos social e político atual.

 

Esse conflito entre o lírico e o real já aparece na vitrine da galeria, onde Mourão expõe a escultura Armário das Maquetes Valendo #1 (2019), reunindo diversas formas suspensas que se movem de diferentes maneiras, ao lado de uma obra de sua mais recente série, batizada de The new Brazilian flag – em que ele recorta o círculo azul da bandeira do Brasil, criando um furo onde havia estrelas e a frase "Ordem e progresso".

 

"Essa bandeira é um gesto de desconstrução, uma sutil intervenção física num objeto de tecido criando uma obra que tem a síntese de um cartum", explica o artista.

 

Dentro da galeria, a produção escultórica de Mourão é apresentada em dois conjuntos distintos: grandes esculturas cinéticas – em escala monumental se embaralham ao fundo da sala principal, desenhando uma poderosa instalação. Em contraposição, uma outra série de dez pequenas esculturas cinéticas utiliza objetos do cotidiano, como copos, garrafas e tijolos, criando peças delicadas e bem-humoradas.

 

A pesquisa do artista sobre iconografias próprias do contexto urbano –  como grades, objetos de botequins e elementos gráficos de sinalização – se materializa também em três fotografias em grande formato de um painel realizado com cartazes lambe-lambe na rua do ateliê de Mourão, na Lapa carioca. "Um ano depois da ação, fotografei o muro em escala 1:1 incorporando as intervenções do tempo, pichações e grafites", conta o artista.

 

Mourão também apresenta Bang-bang, vídeo de 2017 em que dezenas de esculturas de aço e garrafas de vidro são alvejadas por tiros que partem de armas de fogo. Nesta obra, além de retornar ao tema da violência, assunto recorrente em seu trabalho, o artista faz referência ao ódio pela criação artística, ao embate entre quem produz arte e quem deseja atacá-la, destruí-la. "O vídeo incorpora tanto a questão da violência urbana quanto o impulso destrutivo de uma comunidade reacionária que se ergue contra a arte”, ele diz.

 

Com texto do escritor e professor Guilherme Wisnik, a mostra é dedicada a três artistas paulistas: Dora Longo Bahia, Nuno Ramos e Dudi Maia Rosa. Mourão também dedica alguns trabalhos a outros artistas-colegas: Barrão, Marcelo Cidade, Guto Lacaz e Cafi, morto em 1 de janeiro deste ano.

 

Na ocasião da abertura da mostra, no sábado, dia 25 de maio, o artista elaborou uma programação diversificada com convidados, que se estenderá ao longo do dia:

 

11h | abertura

12h | visita guiada com o artista e Guilherme Wisnik

13h | entrevista com o colecionador e professor Fábio Faisal

15h | bate-papo com a artista Lenora de Barros

16h | live video com a artista Lúcia Koch

17h | performance do artista Cabelo com participação de Afonso Tostes e DJ Nepal

18h | DJ Surpresinha



Serviço: Introdução a teoria dos opostos absolutos

Data: de 25/05 a 20/07

Entrada: gratuita

Endereço: Av. Europa, 655 - Jardim Europa, São Paulo - SP

www.nararoesler.art

www.facebook.com/GaleriaNaraRoesler

www.instagram.com/galerianararoesler

www.youtube.com/user/galerianararoesler

 

Sobre a Galeria Nara Roesler

Considerada uma das principais galerias de arte contemporânea do Brasil, a Nara Roesler representa artistas influentes da arte moderna e contemporânea, além de importantes artistas estabelecidos e em início de carreira que dialogam com as tendências inauguradas por essas figuras históricas. Fundada em 1989 por Nara Roesler, a galeria tem a missão de proporcionar a melhor plataforma possível para que seus artistas possam expor seus trabalhos. Para tanto, desenvolveu um programa de exposições seleto e rigoroso, em estreita colaboração com seus artistas; implantou e manteve o programa Roesler Hotel, uma plataforma de projetos curatoriais, e apoiou seus artistas continuamente. Além do espaço da galeria, trabalha em parceria com instituições e curadores em exposições externas. A galeria duplicou seu espaço expositivo em São Paulo em 2012 e inaugurou novos espaços no Rio, em 2014, e em Nova York, em 2015.

 

MktMix Assessoria de Comunicação

Tânia Otranto / Balia Lebeis / Roberto Ethel

Telefone / fax (11) 3060-3640

Martina Carli - martina@mktmix.com.br - ramal 3623

Luis Dolci – luisdolci@mktmix.com.br  – ramal 3630

 

Leia também...

12.11.2019

JR apresenta Patamar na Galeria Nara Roesler

Artista francês inaugura sua primeira exposição individual no Brasil e comemora os 10 anos da Casa Amarela, iniciativa cultural que criou em 2009, no Morro da Providência

12.11.2019
JR apresenta Patamar na Galeria Nara Roesler

Artista francês inaugura sua primeira exposição individual no Brasil e comemora os 10 anos da Casa Amarela, iniciativa cultural que criou em 2009, no Morro da Providência

11.10.2019

Galeria Nara Roesler apresenta nova exposição de Vik Muniz

Em Superfícies, o artista apresenta série inédita de trabalhos que discutem modos distintos de vivenciar produções artísticas, questionando as relações com a experiência física da obra de arte em um mundo cada vez mais mediado pela tecnologia digital.

02.10.2019

Galeria Nara Roesler convida para os eventos paralelos à exposição Tumulto, Turbilhão

Encerrando a segunda exposição individual de Lucia Koch, a galeria promove conversa com curadores e performance.

Entre em contato